Muitas vezes, precisamos desses pequenos transmissores para facilitar nossa vida. O cabo HDMI, no caso, transmite dados para aparelhos de alta resolução, como televisões ou computador. Seu conector possibilita a transmissão de áudio e de vídeo, garantindo ótima imagem e som com variações de volume.

Existem muitos modelos desse cabo que variam de velocidade e qualidade de transmissão. Aqueles com material mais resistente e condutível, apresentam maior qualidade. Uma coisa em comum de todos os modelos, no entanto, é que eles apresentam dezenove pinos no total.

Se você quiser ligar seu Xbox na televisão, por exemplo, é só conectar uma saída na TV e outra no aparelho. Depois disso, está tudo pronto para uso. O mesmo pensamento funciona para notebooks, basta ligar no computador e na televisão. Tudo é reconhecido de forma automática, e sem necessidade de selecionar nada.

HDMI 1.4

O HDMI em sua versão antiga 1.4 trouxe suporte a resoluções de 4K, mas foi só o HDMI 2.0 que passou a aceitar essa resolução em até 60 quadros por segundo, para transmissão de esportes ou games de última geração.

O novo HDMI 2.0

Atualmente, existe essa nova tecnologia chamada HDMI 2.0. Ela traz uma resolução suporte de 4k (ultra HD). O HDMI 1.4 suportava tal padrão, porém com menor frequência, e, portanto, menor qualidade no seu padrão. Além disso, o áudio também ganha um novo nível para seus canais.

Com o HDMI, se atingem sistemas de áudio de 5.1, e até 7.1

Você pode ligar até cinco canais distintos, aumentando a sensação ambiente para o ouvinte. A partir do 5.1, se consegue reproduzir frequências mais graves. Esse sistema faz com que se tenha a sensação de som em todos os lados. A distribuição de áudio cria uma contextualização sonora. Sons de 7.1 também podem ser reproduzidos através desse tipo de cabo, atingindo até sete canais de áudio. O único detalhe é de que se precisa de um sistema engenhoso de caixas para conseguir dar o efeito impressionante de realidade.

Como escolher meu cabo HDMI?

É importante escolher um cabo de acordo com suas necessidades. Se você não precisa de uma transmissão tão rápida, você pode optar pelo 1.4. Alguns recursos, como o HD, só passaram para o 2.0. Outras funções, como o ARC e o HEC, oferecem um retorno de áudio maior e acesso à rede de dispositivos conectados. Essas tecnologias somente passaram para os tipos de cabo mais modernos. Também deve-se considerar o tamanho. Um cabo muito longo pode causar falhas na imagem e na reprodução. É importante verificar quantos sinais são suportados.

E a marca?

O mais importante ao se selecionar uma marca é a garantia. É sempre importante prestar atenção, já que, caso o cabo quebre, você pode devolver. Além disso, o fato de ter assistência técnica também faz grande diferença. Nem sempre as maiores e melhores marcas oferecem um serviço tão bom para o cliente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *